Quarta, 22 Maio 2024

Facebook

Plenária Nacional da Contraf-Cut discute novos rumos para a categoria com participação do Sindicato

Publicado em Destaque Terça, 23 Maio 2023 11:02

 

Dirigentes sindicais bancários do estado do Rio se reúnem em São Paulo com o Comando Nacional na Plenária Nacional da Contraf-Cut para discutir a conjuntura política atual e também os novos rumos da categoria. 

 

O presidente do Sindicato dos Bancários de Niterói e região, Jorge Antônio Porkinho, participa das discussões na sede da Contraf-CUT. 

 

Em discussão estão também os fechamentos de agências no estado do Rio, em especial do Itaú e do Bradesco, e as consequentes demissões de bancários. Além do fortalecimento dos trabalhadores e dos comitês de lutas da categoria.

 

"A todo momento temos que nos reunir para trocar experiências e reordenar os trabalhos do movimento sindical. Temos muitos desafios pela frente e o principal deles é a garantia do emprego e dos direitos. Por isso, esse momento político e econômico é crucial para termos uma discussão com amplitude nacional que possamos levar e trabalhar essa luta em toda nossa base e buscarmos alternativas e estratégias para o nosso momento.", afirma Jorge Porkinho.

 

 

O encontro tem representação dos sindicatos da base da Fedeera-RJ e da própria Federa-RJ como Campos, Rio de Janeiro, Teresópolis e Niterói.

 

 

Formação

 

O primeiro módulo do Curso de Formação Sindical contou com a participação de dirigentes sindicais de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Piauí, nos dias 19 e 20 de maio. O curso é realizado em parceria entre a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e a Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Fetrafi) do Nordeste, com apoio do Sindicato dos Bancários do Ceará.

 

Segundo o secretário de Formação da Contraf-CUT, Rafael Zanon, os participantes avaliaram bem o primeiro módulo saíram motivados a lutar pelos direitos das categorias que compõem o ramo financeiro e pela classe trabalhadora.


Já o secretário de Formação da Fetrafi/NE, Telmo Nunes, explicou que o curso surgiu a partir de um planejamento entre a Contraf-CUT e as federações, incluindo a Fetrafi/NE. Segundo ele, os dirigentes sindicais, principalmente os novos, puderam aproveitar para se qualificar para o trabalho junto às suas bases.

 

O curso de Formação Sindical é composto por dois módulos e faz parte do programa do Coletivo de Formação da Contraf-CUT, que é composto pelos secretários de Formação das federações e sindicatos do ramo financeiro e coordenado pelo secretário de Formação da Contraf-CUT.

 

Primeiro módulo

 

No primeiro módulo, o curso traz um panorama histórico do movimento sindical, fazendo recorte das lutas da categoria bancária, desde os primeiros momentos da organização sindical no país até a formação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Departamento Nacional dos Bancários (DNB), até a Constituição Federal de 1988.

 

O ex-bancário do Banco do Nordeste, Benedito Bizerril, que foi perseguido e preso pela ditadura que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985, foi convidado para falar das dificuldades dos trabalhadores nesta época e da intervenção nas entidades e posterior retomada, que acabou gerando a fundação da CUT e do DNB.



Segundo módulo

 

O segundo módulo avança até o período atual e para o debate das ferramentas de luta. No Nordeste, o segundo módulo ainda não tem data definida. Quando houver data, estará limitado aos dirigentes que participaram do primeiro módulo. Aqueles que tiverem interesse em participar devem entrar em contato com o sindicato de sua base.