Segunda, 19 Fevereiro 2018

Facebook

Vídeo

INSS: segurados têm até o dia 28 para realizar comprovação de vida

Publicado em Notícias Segunda, 29 Janeiro 2018 14:22

Dos 34 milhões de beneficiários do INSS, cerca de 4,7 milhões ainda não haviam realizado, até 15 de janeiro, data do último balanço divulgado pela Previdência, a comprovação de vida. No estado de São Paulo, esse número passa de um milhão. Antes previsto para terminar em 31 de dezembro, o prazo para o comparecimento das pessoas que ainda não fizeram o procedimento foi estendido até 28 de fevereiro.

 

A prova de vida é obrigatória para todos os beneficiários do INSS que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Quem não fizer poderá ter seu pagamento interrompido.

 

Para realizar o procedimento não é necessário ir à agência da Previdência Social. A comprovação de vida é realizada diretamente no banco em que o segurado recebe o benefício, mediante a apresentação de um documento de identificação com foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho etc.).

 

Em algumas agências bancárias, contudo, é possível utilizar sistemas de biometria nos terminais de autoatendimento para realizar a comprovação de vida. Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem fazê-lo por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

 

Os segurados que residem no exterior também podem realizar o mesmo procedimento, ou então por meio de documento de prova de vida emitido por consulado, bem como pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.

 

Os bancos estão comunicando os beneficiários sobre a comprovação de vida por meio de mensagens informativas, disponibilizadas nos seus caixas eletrônicos e sites na internet.

 

Em caso de dúvidas ou para mais informações, consulte o site da Previdência ou ligue para o telefone 135. Nesse último, o atendimento acontece de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).