Sábado, 21 Outubro 2017

Facebook

Vídeo

Câmara dos Deputados vota hoje autorização para STF investigar Temer

Publicado em Notícias Quarta, 02 Agosto 2017 11:43

A Câmara dos Deputados iniciou na manhã desta quarta-feira (02/08) a sessão que deve realizar a votação sobre a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer com base nas delações premiadas de executivos da J&F, holding que controla a JBS. O Plenário vai votar o pedido do Supremo Tribunal Federal (SIP 1/17) para abertura de inquérito contra o presidente da República, Michel Temer, denunciado por crime de corrupção passiva.

 

A sessão foi aberta com a presença de 63 deputados na Casa. Às 11:25 da manhã, o quórum de 257 deputados necessários para encerrar a discussão sobre o pedido para instaurar processo foi atingido.

 

Pela hora do almoço, os deputados inscritos discutem o tema por até 5 minutos cada um, alternando-se entre contrários e favoráveis ao parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), recomendando que a Câmara negue a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) abra processo contra Temer.

 

Os líderes partidários também podem usar da palavra, com tempo proporcional ao tamanho da bancada, até o momento do início da votação.

 

A qualquer momento, mantido o quórum de 257 parlamentares presentes, poderá ser votado requerimento para encerramento da discussão.

 

Para que a votação comece efetivamente, é necessária a presença de 342 deputados em plenário, mesmo número de votos favoráveis à denúncia necessários para a Câmara autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a acusação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer.