Domingo, 16 Junho 2019

Facebook

Novo presidente da Caixa anuncia venda de participações do banco

Publicado em Caixa Segunda, 07 Janeiro 2019 14:24

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que a instituição financeira vai vender participações na empresa para conseguir quitar dívida. A declaração foi feita nesta segunda-feira (07/01), durante seu discurso de posse no Palácio do Planalto, em Brasília.

 

De acordo com o novo presidente da Caixa, serão vendidas "participações em empresas controladas, seguros, cartões, asset (gestão de ativos) e loterias". As medidas serão tomadas para quitar uma dívida de R$ 40 bilhões do banco com o Tesouro Nacional.

 

"A Caixa tem uma dívida com o governo de R$ 40 bilhões por meio do chamado IHCD [Instrumento Híbrido de Capital e Dívida]. Essa dívida não tem prazo e isso não é justo. Todos nós aqui temos prazo para pagar, os bancos privados também têm. A determinação do meu chefe, o ministro da Economia [Paulo Guedes], é que esses R$ 40 bilhões serão pagos", afirmou.

 

Para Pedro Guimarães, a forma de conseguir recursos para quitar esse valor em aberto é vendendo essas participações no banco estatal, "que já começam agora" e devem ser de "pelo menos duas neste ano”.

 

"Tenho quatro anos para fazer esse pagamento e o farei. As operações estão adiantadas, faremos ao menos duas neste ano, talvez três. É meu compromisso com Paulo Guedes ", disse. Seguridade, cartões e loterias já temos a empresa pronta, e é o tempo de migrar a operação que já existe para essa empresa. A que vai demorar mais é a de asset, pois temos de criar uma empresa, uma DTVM, que precisa de autorização da CVM".

 

Outras mudanças na gestão do novo presidente da Caixa

 

Guimarães anunciou outras mudanças na gestão da Caixa Econômica Federal . Uma delas será na políticas de patrocínio e comunicação do banco, além de afirmar que a instituição viajará por todo o País para ouvir clientes. 

 

Segundo ele, nas próximas semanas, Guimarães disse que uma equipe vai visitar e ouvir seus clientes ao sábados e, aos domingos, a ideia é fazer visitas a comunidades carentes.Tudo para fazer um levantamento das demandas.  

 

Além disso, o economista destacou que o banco público vai reforçar sua atuação no mercado de crédito imobiliário vendendo títulos no mercado financeiro, que devem arrecadar entre R$ 50 bilhões a R$ 100 bilhões. “É fundamental discutir a parte imobiliária. Hoje temos problemas de funding. Via mercado de capitais, vamos vender de R$ 50 bilhões a R$ 100 bilhões para exatamente poder a Caixa continuar ofertando esse crédito”, disse.

 

Guimarães também acrescentou que pretende expandir a oferta de microcrédito em taxas mais baixas do que as praticadas atualmente. “Não me conformo em ver pessoas tomando dinheiro a 15%, 20% ao mês”, afirmou.  “O Brasil pode ser uma referência em microcrédito.” 

 

Leia também: Quem é Pedro Guimarães, futuro presidente da Caixa Econômica Federal

 

novo presidente da Caixa é sócio-diretor do banco Brasil Plural, grupo financeiro fundado em 2009 que atua no mercado de capitais. Ele também é PhD em Economia pela Universidade de Rochester (EUA) e escreveu uma tese sobre o processo de privatização no Brasil.

 

*Com informações da Agência Brasil - Foto: Clauber Cleber Caetano/Presidência da República