Domingo, 20 Janeiro 2019

Facebook

Vídeo

Nova diretoria do Sindicato é empossada

Publicado em Destaque Sexta, 14 Dezembro 2018 11:35

Tomou posse nesta quinta-feira (13/12) a nova diretoria do Sindicato dos Bancários de Niterói e região para o quadriênio 2018-2022. A solenidade aconteceu na Câmara de Vereadores de Maricá. Na ocasião, Jorge Antônio Martins de Oliveira, conhecido como Jorge Porkinho, assumiu oficialmente a presidência da entidade.

 

Com presenças como Marcelo Rodrigues, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT/RJ), Darby Igayara, vice-presidente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio e Espírito Santo (Fetraf RJ/ES), o tom da cerimônia foi o enfrentamento contra a retirada de direitos e os novos desafios das entidades sindicais.

 

Izabel Oliveira, Secretária de Comunicação da Prefeitura de Maricá, representou o prefeito Fabiano Horta, acompanhada do também secretário de Desenvolvimento Econômico, Alan Novais.

 

A solenidade foi prestigiada ainda por dirigentes de partidos, advogados e pelo presidente e vice-presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e região, Cláudio Vigilante e Paulo Henrique.

 

O agora ex-presidente Luís Cláudio Caju, em seu último discurso à frente da entidade, fez uma breve prestação de contas de sua gestão. “Hoje entregamos uma entidade muito melhor para enfrentar as lutas que virão”, disse.

 

Jorge Porkinho fez questão de destacar a unidade como condição para o sucesso na defesa dos interesses da classe trabalhadora.

 

“Agora é hora do nós. Não tem eu ou você, somos nós, juntos, toda diretoria que conseguiremos defender os direitos dos trabalhadores. Vamos trabalhar, toda diretoria, sempre em prol do bancário”, afirmou.

 

O Sindicato dos Bancários de Niterói e região, com 72 anos de fundação, tem mais de quatro mil bancários em sua base territorial que abrange  16 municípios da região metropolitana, zona da mata e Região dos Lagos.

 

A escolha de Maricá para realização da solenidade de posse é um contraponto ao momento que o Brasil vive de ataque aos governos progressistas e, consequentemente, aos trabalhadores. Maricá, hoje, é uma das poucas prefeituras progressistas no Estado do Rio.

 

DIRETORIA ADMINISTRATIVA

 

EFETIVOS

Jorge Antônio Martins de Oliveira

Miriam Angélica Nery Gonçalves Lopes

Marize Motta Duarte

Leonardo de Mello Quinan

Claudio Roberto de Jesus Barbosa

Fabiano Paulo da Silva Junior

Rogério de Figueiredo Azevedo

João Carlos Reis Casimiro

Elisangela Chagas de Paula

Pietro Cavallo

Júlio Cesar Pessoa de Sales

 

SUPLENTES

Alédio Lobo Da Silva

Alex Nunes Coelho

Alveriço Alves Dos Santos

André Luiz Marins Vaz

Andréa Da Silva Alves

Carla Isabel Medeiros Lima

Carlos Alberto dos Santos Fernandes

Claudia Da Silva Costa Machado

Claudia Marques Maria Lira

Cristiano Jesus da Silva

Haidêe Antunes Rosa

Heber Mathias Netto

Ildo Peres Ferreira

Ivan Neves Cardoso

João Gabriel Alves Lemos de Almeida

José Augusto Marins Junior

Justino Araújo Palmeira Filho

Luis Mauricio Dutra Villar

Luiz Fernando Silva de Souza

Marcelo Braziliense Da Silva

Marcial Luiz Maiato

Marcio Luiz da Conceição

Marcos Antônio Pereira Santos

Paulo Celso De Oliveira Macedo

Paulo Roberto Vieira Pereira

Ricardo da Silva Leal

Roberta Marins dos Santos Marques

Rosangela Martins Da Costa Floriano

Rubia Irene Gomes Alves

Selso Pereira Machado

Tatiana De Paulo Dias De Souza

Vanessa Maria Araújo Azevedo

Walmir Baptista Da Silva

 

CONSELHO FISCAL

 

EFETIVOS

Claudio Santiago Madureira

Luis Henrique de Jesus Couto

Marco Aurélio Gonçalves Cardozo

 

SUPLENTES

Alcir Nunes Salgueiro

Alexandre Martins De Aguiar

Marcus Vinícius De Menezes Garcia

Paulo Fernando Saldanha Coelho

Paulo Sergio De Oliveira Lisboa

Sérgio Vigo Sym

 

 

 

 

CONSELHO DE REPRESENTANTES

 

EFETIVOS

Júlio Cesar de Souza Brandão

Verônica Vieira Rangel Vaz

 

SUPLENTES

Marcos Antônio Pereira De Oliveira

Maria Cristina De Medeiros De Andrade

Suez Garcia Santiago

Waldemiro Baptista Da Silva